TEEN

Novas atitudes, melhores resultados na formação do caráter.

Próximos Eventos

NOVA TURMA - Terças feiras – 12/02/2019 - 02/04/2019 – Curitiba

Hora: 14:00 às 18:00    Local: Rua Francisco Scremin, 287, Curitiba, Paraná, 80540320

NOVA TURMA - Segundas feiras – 11/03/2019 - 29/04/2019 – Curitiba

Hora: 14:00 às 18:00    Local: Rua Francisco Scremin, 287, Curitiba, Paraná, 80540320

O que é?

Não é curso, não é aula, não é palestra. O Mastermind Teen é um treinamento para desenvolvimento comportamental. Comportamento é o que diferencia pessoas que tem o mesmo conhecimento. Ao longo da vida, todos os jovens chegarão nas mesmas oportunidades com a mesma base escolar, com fluência em outros idiomas e outros conhecimentos extra curriculares. Mas o que vai diferenciar um jovem dos demais jovens competindo pelas mesmas vagas em vestibulares, concursos ou vagas de emprego?

AUTOCONFIANÇA, fazendo-o acreditar mais em si, na sua capacidade de ser o que quiser na vida, de alcançar qualquer meta ou sonho que plante a semente, entendendo que tem muito trabalho para alcançar esses resultados.

AUTOCONTROLE, para que o jovem tenha decisões mais maduras focadas em entendimento de suas ações agora e os reflexos disso no FUTURO.

Vencer a INIBIÇÃO e a TIMIDEZ, elementos destrutivos nos resultados daqueles que possuem muito conhecimento, mas não conseguem vender a si mesmos.

LIDERANÇA de si mesmo em primeiro lugar e depois dos demais ao seu redor, promovendo desde cedo posturas assertivas de um futuro pai ou mãe, de gestor de equipes e empresas.

Como funciona?

Público alvo: jovens entre 12 e 17 anos.

Está incluso: Manual do participante, livro “A arte de lidar com pessoas”, Certificado reconhecido internacionalmente pela Napoleon Hill Foundation, Prêmios motivacionais e Coffee Break. O treinamento tem duranção total de 28 horas, dividido em 7 encontros semanais de 4 horas cada, sempre no mesmo dia da semana, em um grupos de no máximo 30 pessoas. Com a Metodologia Experiential Learning (altamente dinâmica e de resultados imediatos), os jovens entenderão e aplicarão o CONHECIMENTO acumulado por Napoleon Hill nos seus 108 anos de história mundial.

Mais do que deixar um mundo melhor para os adolescentes, é deixar adolescentes melhores para o mundo.

Depoimentos

 
 
– Ter mais habilidade nos Fundamentos da Conversação nas relações individuais.
– Ter mais habilidade de memorização.
– Compreender melhor a si mesmo através de autoanálise sobre as “inteligências múltiplas”.
– Ter maior entendimento sobre habilidades que são necessárias aprimoramento.
– Entender o funcionamento do cérebro.
– Aprender como usar uma agenda mental.
– Ter a percepção sobre a necessidade de cultivar a espiritualidade.
– Entender a necessidade de adequação social, cultivando valores como o Patriotismo, Companheirismo, Confiança e Lealdade.
– Confiar no próprio potencial, desenvolvendo mais pró-atividade em todas as áreas do conhecimento escolar.
– Desenvolver coragem e adquirir confiança perante grupos.
– Compreender o Caráter como freio do instinto, entendendo e superando algumas fraquezas humanas.
– Desenvolver relacionamentos positivos e ser uma pessoa mais interessante.
– Construir relacionamentos duradouros.
– Entender o fracasso e como ele pode ajudar a construir pontos fortes e criar oportunidades a partir dele.
– Conhecer melhor os pais, compreender seu modo de agir.
– Colaborar para a união familiar.
– Entender a cobrança natural por resultados pela família, pela escola e pela sociedade.
– Obter uma visão de futuro mais amadurecida.
– Entender a humildade e a oportunidade de aprender algo novo em qualquer fase da vida.
– Romper barreiras na comunicação e perder o medo de se expor.
– Viver outros papéis, trabalhar a flexibilidade como forma de ampliar a liderança.
– Definir passos firmes em direção as metas.
– Trocar experiências com outros adolescentes, ampliando sua capacidade de compreensão do mundo.
– Criar uma perspectiva positiva da vida.
– Entender os aspectos da Temperança, do equilíbrio necessário sobre todas as áreas da vida.
– Perceber a necessidade de dominar a Paciência.
– Cultivar a Sabedoria, através da sinergia de todo o conhecimento absorvido durante o programa.

Virtudes Desenvolvidas

  • Connector.

    Reverência ao Criador do Universo

    Assim como somos filhos de pais terrenos, somos também do Pai Universal. Não estamos falando de nenhum credo específico. Suas opiniões religiosas são sagradas e a vocês pertencem, porém pedimos não esquecer a santidade da Fé, a beleza da humildade e a confiança na bondade de Deus. Procuremos ser filhos fiéis do Pai Universal. O mundo respeita mais a vontade do homem que tem profundas convicções religiosas e que tem coragem de viver de acordo com as normas de moral baseadas na certeza de que todas as bênçãos deste mundo provem de Deus. Recomendamos desfrutar da companhia dos devotos, mas o que é mais importante, pondo em prática estes ensinamentos em suas próprias atividades diárias.

  • Connector.

    Amor filial

    Nenhuma virtude é mais adequada ao jovem que passou protegido em seus anos de infância. Muitos poetas e profetas, mestres e filósofos já escreveram sobre isso e Deus deixou gravado em Tábuas da Lei o seu mandamento sublime: “Honrarás teu pai e tua mãe e terás longa vida sobre a terra”. Chegamos a idade, na qual estamos propensos a esquecer os sacrifícios que nossos pais tem feito por nós, e talvez nos sintamos envergonhados de demonstrar o afeto que todos os bons filhos sentem em seus corações. Estamos ansiosos para atingir nossa maioridade, porém não há nada que desabone o filho que ama seu lar e seus pais, recordando com gratidão a dívida que não poderá pagar, porém que poderá ser retribuída mediante a consideração, a cortesia, o carinho e a obediência afetuosa e reverente.

  • Connector.

    Patriotismo

    Da mesma forma que recebemos a vida de Deus e fazemos isso através de nossos pais, precisamos de um território para desenvolver a vida aqui na terra. Esse território chama-se nosso País. Milhares de jovens apenas pouco mais velhos, já demonstraram sua heroica devoção pela Pátria, oferecendo suas vidas em defesa da honra. Muitos chegaram ao sacrifício supremo ajudando a conquistar os benefícios que desfrutaremos no futuro. Na história de todas as crises, a juventude tem se levantado para defender sua Nação. Por suas veias corre sangue patriótico, mas devemos lembrar-vos que existe um patriotismo de paz, da mesma forma que existe um patriotismo de guerra, e que a cidadania honrada é a única oportunidade oferecida pela paz para manifestações de excelsa virtude. Estamos agora na porta dos deveres e responsabilidades de cidadãos e recomendamos, enfaticamente, essa virtude, esse patriotismo, que vos fará viver dignamente de vosso país.

  • Connector.

    Coragem

    É uma das virtudes cardeais na roda das virtudes na forja do caráter humano. Coragem não é lançar-se contra tudo e contra todos, nada temendo. Coragem é aprender a saber o que temer e o que não temer. Coragem é agir por dever, não se deixando levar por baixos instintos. A diferença entre agir por dever e agir por instinto é a razão. Os verdadeiros nobres são educados para distinguir o bem e o mal. Isso é coragem. Essa é uma força que nasce do coração. Em sua aplicação mais nobre, a coragem implica, antes, em perseverança, em constância, em humildade e em senso de responsabilidade.

  • Connector.

    Companheirismo

    Ser amigo certo e fiel é demonstrar uma verdadeira virtude e glória de nossa natureza humana. O mundo se glorifica com a amizade de Davi e Jonatas, de Damon e Pythias e de outras amizades famosas. Porém, a história não possui volumes suficientes para registrar os nomes de milhares de amigos ignorados que foram fiéis até a morte. Sua heróica lealdade exalta nossa natureza humana e é exemplo a ser imitado. Nenhum homem, jovem ou velho, pode ter mais honra do que considerar-se realmente um amigo de alguém e ser digno de confiança total dessa pessoa. A roda das virtudes não estaria completa sem o eixo que representa esta magnífica virtude.

  • Connector.

    Cortesia

    Essa é outra virtude que envolve e completa o caráter humano, por isso não podemos jamais excluir a cortesia para com nossos pais, os estranhos, os idosos; para com todas as mulheres, com nossos parentes, com todos aqueles com quem tratamos. Todos somos culpados quando não dispensamos amabilidades para os amigos, e mesmo aos estranhos, e ainda mais quando em nossas casas, deixando de lado aquela cortesia, gentileza e consideração que são o fundamento das classes sociais. Nenhum homem, jovem ou velho, é realmente educado se não é cortês.

  • Connector.

    Confiança

    Essa é outras das virtudes cardeais na roda das virtudes na forja do caráter humano. Confiança é esperar que nossas expectativas sejam correspondidas. É a virtude que deve ser aplicada em todas as áreas da vida e se tornar parte integrante da nossa personalidade, a fim de se manifestar plenamente em nosso comportamento. E perguntar sempre a si mesmo: Eu sou alguém de confiança? Sou fiador de minhas ações?

  • Connector.

    Temperança

    Corresponde ao caminho do meio. Por corresponder ao caminho do meio, situa-se entre duas fraquezas extremas: a indolência e a agitação. É um dos frutos do Espírito que a Bíblia descreve. Uma pessoa de temperança é alguém que tem nobreza der espírito. Uma mente sã em corpo saudável é o melhor preparo para uma maioridade pura e nobre, da qual dependerá uma cidadania respeitável.

  • Connector.

    Humildade

    A base da humildade é o domínio do ego… O ego, não corresponde tão somente ao Eu objetivo, não é produto apenas de nossas funções cerebrais e dos processos de consciência que delas resultam. Ele é também o reflexo de nossa personalidade-alma e revela o nosso grau de evolução. O maior opositor da humildade é a vaidade e devemos, portanto, aprender a dominá-la, não permitindo que ela subjugue nosso comportamento, canalizando-o para objetivos positivos e transformando cada efeito em sua qualidade oposta. Lembrando que humildade não é subserviência, nem ser simplista ou simplório. É ter consciência de si mesmo.

  • Connector.

    Paciência

    Essa é outra das virtudes cardeais na roda das virtudes na forja do caráter humano. É o somatório de paz (domínio interior) e ciência (verdades consistentes). Contribui para o nosso bem-estar e facilita nossas relações com os outros. É a virtude que consiste em aceitarmos que os outros tenham opiniões diferentes das nossas e possam expressá-las em qualquer questão… o que não significa que devamos nos sentir obrigados a compartilhar essas opiniões nem tampouco aboná-las. O melhor meio de nos tornamos verdadeiramente pacientes consiste em nos convencermos de que somos uma personalidade em evolução, portanto, todos nós, estamos em construção. Se não amamos o nosso próximo, pelo menos devemos respeitá-lo, e jamais devemos tentar prejudicá-lo de nenhum modo e por nenhuma razão.

  • Connector.

    Lealdade

    Nossos lábios já pronunciaram o nome de grandes heróis e mártires da história, que preferiram dar suas vidas em holocausto a trair a confiança neles depositada. Talvez não tenhamos que passar jamais por provas igual àquela a que foram submetidos, porém podemos ser chamados a oferecer nossa vida em defesa de nossa Pátria, ou mesmo a sacrificá-la para salvar um ser humano; mesmo sem chegar a estas crises, a verdade é que nossa lealdade é posta diariamente a prova quando temos que ser fiéis. Na confiança em nós depositada: as ideias que temos professado, lealdade aos amigos, lealdade às obrigações que tenhamos contraído. Sabeis tão bem quanto eu, que aquele jovem que tem palavra, aquele em que se pode confiar, certo de que cumprirá suas promessas se são humanamente possíveis, este desfruta da confiança, da estima e consideração de todos. Lembre-se da força da palavra empenhada antes de empenhá-la.

  • Connector.

    Sabedoria

    A sabedoria é a síntese de todas as virtudes. Ser sábio é ser paciente, confiante, moderado, tolerante, desapegado, altruísta, íntegro, humilde, corajoso, pacífico e benevolente. Requer grande autodomínio e algum grau de perfeição. E essa é a grande busca da experiência humana na terra.